DF aprova projeto de lei que proíbe tatuagens e piercings em animais

PL segue agora para sanção do governador.

A realização de tatuagens e piercings em animais será proibida no Distrito Federal. É o que determina o projeto de lei 1.372/20, do deputado Daniel Donizet (PL), aprovado nesta terça-feira, 30, em sessão extraordinária remota da Câmara Legislativa. O texto foi aprovado em segundo turno e segue agora para sanção do governador.

(Imagem: Freepik)

(Imagem: Freepik)

De acordo com o projeto, quem descumprir a proibição estará sujeito a multa de cinco salários-mínimos, por cada tatuagem ou piercing, “sem prejuízo das demais sanções penais, cíveis e administrativas do estabelecimento e seus responsáveis legais”. Em caso de reincidência, os valores da multa serão aplicados em dobro.

Na justificativa da proposta, o deputado Daniel Donizet argumenta que “infringir dor e sofrimento a um animal é uma prática cruel, proibida pela nossa Carta Magna, e que pode levar à prisão os infratores, de acordo com o art. 32 da Lei 9.605, de 1998 – Lei de Crimes Ambientais”.

Informações: Câmara/DF.

Por: Redação do Migalhas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.