Pausar o financiamento imobiliário – Compensa ou não?

Caixa, Itaú, Bradesco e Santander estão na lista de oferta do congelamento

Fonte: ZAP em Casa

Os principais bancos do Brasil anunciaram nas últimas semanas a possibilidade de pausar o financiamento imobiliário. Diante da crise do coronavírus, essa foi uma das opções encontradas pelas empresas bancárias para beneficiar a população. Mas, eis a questão:

pausar o financiamento imobiliário – compensa ou não?

“Essa é uma alternativa para quem está em apuros por conta da situação atual no Brasil e no mundo, a pandemia da Covid-19”. Porém, segundo a especialista em direito tributário e imobiliário, Dra. Sabrina Rui, “isso só deve ser feito em caso de real necessidade, senão, o melhor é continuar pagando normalmente”.

“Para quem optar pela pausa do financeiro imobiliário, não será necessário ir até a agência, é possível realizar todo o processo pelo site, app ou outros canais de comunicação do banco”. Vale ressaltar que essa opção de pausar o pagamento por 60 dias só é válida se o contrato estiver em dia.

pausar o financiamento imobiliário
Caixa Econômica Federal é uma das instituições que oferece o serviço (Foto: Shutterstock)

E o que acontece com as parcelas pausadas?

Muitas pessoas podem estar pensando que essas parcelas foram suspensas, mas não! Elas serão incorporadas ao saldo devedor do contrato, de acordo com a política vigente de cada banco. O interessante é que você não precisa pagar esse valor após o período da crise, mas sim, depois de alguns anos.

“O dever de pagar não irá deixar de existir, apenas abrirá espaço para um pagamento mais flexível para que tanto as empresas quanto os empregados possam se manter durante essa situação difícil”, afirma a Dra. Sabrina Rui.

Entenda a pausa do financiamento imobiliário

Os principais bancos anunciaram essa medida onde afirmaram a suspensão das parcelas e prestações de contratos de financiamento imobiliário, além de lançar uma linha de empréstimos com juros reduzidos para pessoas físicas e jurídicas que sejam de porte micro ou pequeno e suspender cobranças.

De acordo com as medidas de isolamento, que determinaram o fechamento ou adaptação da maioria dos estabelecimentos comerciais do país, aquele que está empregado poderá ter uma redução de renda significativa, bem como poderá haver demissões num futuro muito próximo, portanto, racionar os gastos é de extrema importância.

Ainda há possibilidade de que, se a quarentena ou as consequências da pandemia não melhorarem, o tempo de postergação possa aumentar para 90 ou até 120 dias.

Então, é importante cada pessoa olhar para sua situação financeira?

Se você tiver em mente que não conseguirá pagar em dia, de acordo com um planejamento inteligente das contas, entre em contato com o banco e suspenda o pagamento por 60 dias antes do vencimento das prestações, para não haver incorrência de multa e juros que aumentam consideravelmente o valor do débito.

Então, se você pensa em pausar o financiamento imobiliário, o importante é manter a calma, e tentar renegociar os débitos antes deles estarem vencidos, para demonstrar a boa-fé do consumidor” orienta a Dra. Sabrina Rui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.