Idosa acredita em namoro com cantor famoso pela internet e tem prejuízo de R$150 mil

Por G1 Santos


Vítima conheceu o estelionatário no aplicativo Hangouts, do Google.  — Foto: Juliana Steil/G1

Vítima conheceu o estelionatário no aplicativo Hangouts, do Google. — Foto: Juliana Steil/G1

Uma aposentada, de 73 anos, moradora de Guarujá, no litoral de São Paulo, afirma ter sido vítima de estelionato após emprestar dinheiro para um homem com quem mantinha um relacionamento virtual. O criminoso teria se identificado como Paul Anka, um músico canadense. A idosa teve um prejuízo de aproximadamente R$ 150 mil.

Ela mora bairro Vila Virgínia e foi à Delegacia Sede de Guarujá para denunciar o golpe. Segundo informado pela Polícia Civil, a vítima disse que conheceu uma pessoa no aplicativo Hangouts, do Google, em fevereiro de 2019, e eles começaram a namorar. Apesar do romance, eles nunca se viram pessoalmente.

Durante o envolvimento, o suspeito afirmava ser um cantor e passou a pedir dinheiro emprestado para a aposentada, que transferia as quantias direto para a conta dele com a promessa de que, futuramente, devolveria tudo. No entanto, a acordo do ‘namorado’ nunca foi cumprido.

Após perceber que se tratava de um golpe, ela resolveu fazer a denúncia, que segue em investigação. Segundo o delegado titular, Marco Antônio de Couto Perez, o autor do crime é estrangeiro. “Ele pediu dinheiro e ela transferiu em várias oportunidades”, explicou ao G1.

Paul Anka

O golpista se passava pelo cantor e compositor canadense Paul Anka, de 78 anos. O cantor começou o sucesso aos 14 anos. Em 1957 foi para Nova York, onde fez teste em uma emissora e gravou um de seus sucessos, “Diana”. Ele seguiu com outras músicas, e fez turnês no Reino Unido e Austrália. Nos anos 60, o cantor atuou em filmes e compôs músicas para trilhas sonoras. Mais tarde, nos anos 80, Anka continuou compondo e participando de duetos.

Policial levaram presos em operação para delegacia sede de Guarujá (SP) — Foto: Solange Freitas/G1Policial levaram presos em operação para delegacia sede de Guarujá (SP) — Foto: Solange Freitas/G1

Policial levaram presos em operação para delegacia sede de Guarujá (SP) — Foto: Solange Freitas/G1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.