O que esperar de um bairro urbanizado

O conceito vai além de infraestrutura e oferece também bem-estar e segurança para os moradores

Fonte: ZAP em casa

Os bairros, por si só, já têm uma característica urbana, já que são contextualizados dentro das cidades e não em áreas rurais. Consequentemente, o perfil de um bairro urbanizado leva a crer que ele deveria ter toda a infraestrutura básica, como saneamento, energia elétrica, asfalto e transporte, além dos serviços públicos básicos adequados. São as condições mínimas que os seres humanos necessitam para ter uma moradia digna. Porém, o conceito de um bairro urbanizado pode ir muito além da infraestrutura e levar para questões que gerem bem-estar para os moradores. Afinal de contas, o que um bairro urbanizado adequadamente deve oferecer?

A Infraestrutura em Bairros Urbanizados

Segundo Mariana Zerbone, geógrafa e professora do departamento de história da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), se for pensar em urbanidade, é preciso associar a uma boa condição de vida. “É considerar que tenha, pelo menos, água, luz elétrica, asfalto, transporte e todos os serviços básicos para que a população tenha o mínimo para viver naquele local. Mas tem bairros que não tem nem esse mínimo”, afirma.

Apesar de considerar o planejamento uma questão fundamental para se chegar a um local ideal para viver, é preciso entender a melhor maneira de fazê-lo para que o resultado seja o mais adequado. “Às vezes, o bairro tem toda a infraestrutura, mas isso não é suficiente porque é a dinâmica também que vai dar urbanidade, é o dia a dia das pessoas. Então acontece de o lugar ter toda a infraestrutura, mas é tão planejado que é tudo meio mecanizado, as pessoas não se apropriam do espaço, não se sentem parte dele. E isso acontece quando esse planejamento é colocado como solução de todos os problemas, mas isso acaba vindo de cima para baixo, sem que os moradores façam parte do processo”, acrescenta.

Bairro Urbanizado

Bem-estar

A questão é que um bairro urbanizado também é um conceito que depende do bem-estar da população, afinal de contas, é a vida e o dia a dia que dão sentido ao bairro. Bem-estar que não se resume apenas a infraestrutura, mas também à qualidade de vida.

Para Francisco Cunha, formado em Arquitetura e Urbanismo e sócio da TGI Consultoria em Gestão, um bairro urbanizado é um bairro que é caminhável e isso traz outras consequências positivas ao local. “Um bairro urbanizado tem a diversidade de uso, tem o lugar onde possa morar, mas também onde fazer compras, lazer, entretenimento e tudo em um raio que seja acessível a pé, principalmente. E o conceito de ser caminhável não é só que tenha as calçadas adequadas de piso, uso e dimensões. Ela envolve conforto ambiental também, uma arborização adequada, proteção do sol, iluminação à noite adequada para o pedestre, que respeite o índice de pelo menos 12 metros quadrados de área verde por habitante como determina a Organização Mundial de Saúde e onde a velocidade máxima das vias seja a de 30 Km/h definida pelo Código de Trânsito”, abrange.

Bem-estar é um fator importante em bairros urbanizados

Segundo Francisco Cunha, a caminhabilidade do bairro urbanizado também diz respeito à face amigável das áreas residenciais e comerciais com a rua. “É importante que não tenha muros vedados, que haja permeabilidade do olhar entre o espaço público e o privado, que tenha acesso a serviços como padaria, farmácia e lojas próximo de onde a pessoa mora para ir a pé, mas que tenha a face voltada para a rua porque, desta forma, facilita o acesso e torna a rua mais segura”, explica.

Segurança em Bairros Urbanizados

A teoria é defendida porque a segurança também faz parte do conceito de um bairro urbanizado adequadamente. “Mas a segurança está relacionada à presença das pessoas nas ruas, mais do que a própria polícia. Está relacionada à ocupação dos espaços”, explica Francisco Cunha. Mariana Zerbone reforça a teoria. “A urbanidade também diz respeito à segurança e os muros fazem com que as pessoas não andem a pé, trazem a sensação de insegurança, de sentir o nada no local. E existe essa falta de urbanidade mesmo em bairros tão urbanizados, acontece pela falta de segurança. Isso dificulta na questão do bairro urbanizado”, acrescenta.

Além de trazer mais segurança, o conceito de ocupar o bairro e resolver as coisas a pé também traz de volta a questão do bem-estar. “A perda de tempo no trânsito é uma das coisas mais inúteis de tempo que existem. Só faz ficar preso no meio do caminho, se irritar e demorar para chegar. O ideal é resolver as necessidades dentro do bairro e de preferência a pé. Isso traz segurança ao bairro e bem-estar para a pessoa, essa é a condição desejável para um bairro urbanizado”, conclui Francisco Cunha.

andar sem medo é uma características dos bairros urbanizados
Fique por dentro!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s