Quer saber como comprar uma casa sem entrada? Nós detalhamos para você

Situação é rara entre os financiamentos bancários e restrita a poucas pessoas

Fonte: ZAP em Casa      

Se você quer saber como comprar uma casa sem entrada, saiba que é um sonho difícil de realizar. Isso porque quase todos os financiamentos exigem uma parcela mínima inicial. Ainda assim, leia com atenção as explicações. Vai que você está entre as pessoas com possibilidade de parcelar 100% do valor.

A regra geral praticada pelos bancos que fazem financiamentos imobiliários é ofertar cotas de financiamento de até 80%. Mas a porcentagem depende da modalidade de amortização e do tipo de imóvel, novo ou usado.

Como há uma concorrência entre as instituições financeiras na tentativa de atrair e fidelizar os clientes, quem usa todos os serviços do banco, como conta corrente com salário, cheque especial, cartão de crédito, seguro e capitalização costuma ter condições especiais. Nesses casos, há instituições que oferecem cotas maiores de financiamento.

Foto:Shutterstock
Todo o valor

A Caixa Econômica Federal dá a possibilidade de financiar 100% do valor do imóvel quando o cliente comprador é servidor público (das três esferas – federal, estadual ou municipal), oferecendo, ainda, juros menores e a possibilidade de financiar parte das despesas de cartório para registro do contrato de financiamento.

Na Caixa, também é possível financiamento integral quando o imóvel é vinculado a empreendimento construído com recursos obtidos junto ao banco. Ou ainda pelo Programa Minha, Casa Minha Vida, quando parte do valor é subsídio oferecido pelo Governo Federal.

Calcule os juros antes do financiamento

Segundo o economista João Bosco Ferraz de Oliveira, integrante do Conselho Federal de Economia (Cofecon), o modo como comprar uma casa sem entrada é considerado atípico e especial. Os bancos vão fazer exigências maiores para isso.

“Exigem a fidelização, com o cliente trazendo todos os seus negócios, salários e aplicações para a instituição financeira, que estará de braços abertos para recebê-lo. A oferta depende do tamanho que for esse casamento, que poderá durar até 30 ou 35 anos, prazo do financiamento habitacional”, diz Oliveira, que também é perito econômico-financeiro e avaliador de imóveis.

Vale a pena comprar imóvel sem entrada?

Conseguir financiar 100% do imóvel pode ser um bom negócio, seja para aqueles que dispõem de poucos recursos para um sinal, seja para os que, mesmo podendo, destinarão esse dinheiro economizado para mobiliar o novo lar. Ou até mesmo para investir nas prestações iniciais, desafogando o comprometimento mensal com a parcela do financiamento.

“Os bancos não podem cobrar juros maiores se a modalidade for 80, 90 ou 100%. Eles podem até ofertar subsídios ou bonificação próprios, como desconto nas parcelas, mas não onerar juros do financiamento. Essas taxas têm regras claras e são geralmente calculadas em função das faixas de valores dos imóveis”, explica o economista.

Parcelar a entrada

Pode se tornar um grande problema parcelar a entrada. Se não for bem planejado, em algum momento o comprador terá que decidir entre pagar o construtor que aceitou parcelar a entrada ou pagar a parcela do financiamento junto ao banco.

“Se o comprador não tem dinheiro suficiente para honrar à vista aquele valor estabelecido pela cota não financiada, é sinal de que a sua margem de compromisso já está no limite. Então, ao primeiro sinal de estrangulamento no seu orçamento, poderá não honrar um dos dois compromissos”, finaliza o especialista.

comprar casa sem entrada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s